Coxinha de banana verde assada

  • Pode ser usada como pré ou pós treino!

Biomassa de banana verde: amido resistente (pouco absorvido), com baixa caloria.

Benefícios:

  • Fonte excelente de fibras, de vitaminas (B6), de aminoácido ( triptofano) e de minerais como cálcio, magnésio e potássio
  • Ajuda na saciedade
  • Controla o nível de glicose no sangue
  • Auxilia a produção de serotonina, hormônio que causa prazer,  ajuda na melhora do humor, no controle da TPM (tensão pré-menstrual), ajuda na compulsão alimentar e no controle do sono

Modo de preparo

  • Cozinhe 4 bananas verdes  ( da terra ou nanica) na panela de pressão, com água encobrindo-as por cerca de 10 minutos ou coloque-as no microondas por 4 minutos.
  • Retire a casca das bananas e as amasse com o garfo
  • Tempere com sal a gosto
  • Coloque um pouco de água na biomassa para dar liga a massa e se necessário, coloque um pouco de farinha de quinoa ou de arroz ou de trigo
  • Utilize um rolo para abrir a massa
  • Recheie a coxinha
  • Faça o formato da coxinha
  • Com a ponta dos dedos, passe água ao redor da coxinha e a esfregue em um recipiente com quinoa ou linhaça
  • Asse-as em forno pré-aquecido a 200 oc, por 30-40 minutos.

Rendem 3 coxinhas grandes

*Podem ser congeladas por 7 dias.

Sugestões de recheio: 

  • Vegano: palmito com tomate, palmito com azeitona, berinjela, brócolis e tofu
  • Outros: frango, carne moída, queijo


Natália Guardieiro
é médica do esporte e assistente no Hospital de Clínicas da Universidade de São Paulo (USP), especializada em fisiologia do exercício, nutrologia e dor. Trabalha no Clube Paineiras, HCFMUSP e na clínica Move (SP), acompanhou atletas de alta-performance na Copa do Mundo 2014 e nas Olimpíadas de 2016. Praticante de esportes como boxe, ciclismo e yoga, acredita no exercício físico como parte da medicina. Entre em contato em: (11) 975580047 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + dez =